Monday, 22 de July de 2024
31°

Tempo limpo

Baixo Guandu, ES

Anúncio
Polícia Feminicídio

Suspeito de matar mãe de gêmeos na Região Serrana do ES é preso perto de rodoviária

Contra o suspeito havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça pelo feminicídio

09/07/2024 às 18h24 Atualizada em 09/07/2024 às 18h29
Por: WILLIAN HENRIQUE
Compartilhe:
Foto Reprodução
Foto Reprodução

Jhonatan Bautz Dordenon, de 25 anos, suspeito de matar a ex-companhaeira , Sara da Cruz Moulin Merçon, de 28 anos, foi preso na tarde desta terça-feira (9) em Venda Nova do Imigrante, região Serrana do Espírito Santo, mesma cidade onde o crime ocorreu. 

Contra o suspeito havia um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça pelo feminicídio. Os policiais deram início às buscas logo após o assassinato e Jhonatan foi localizado no Centro de Venda Nova, próximo à rodoviária. 


De acordo com a Polícia Civil, o suspeito não ofereceu resistência à prisão, foi encontrado com o pai e foi conduzido à delegacia. 

Segundo o delegado Alberto Roque Peres, titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova do Imigrante, no momento da prisão, o pai alegou que estaria levando o filho para se entregar. 

"No momento da prisão, o pai do suspeito alegou que estaria levando-o para se apresentar na delegacia. Mas, como a polícia já estava monitorando e seguindo todo mundo, a gente conseguiu pegar antes", disse o delegado. 


A investigação apontou que o suspeito não tinha passagens pela Justiça e não havia registro de boletim de ocorrência por violência doméstica contra ele feito pela vítima. 



O assassinato aconteceu na manhã de segunda-feira (8), na Avenida Domingos Perim. Segundo relatos dos vizinhos à Polícia Militar, Sara teria gritado por socorro ao ser surpreendida pelo acusado.

Com os gritos, os vizinhos tentaram contato com a vítima. Como não conseguiram, acionaram a dona do imóvel onde Sara morava de aluguel. Quando a locatária chegou, encontrou a porta entreaberta e Sara no banheiro.

A mulher foi encontrada ensanguentada com perfurações pelo corpo. Sara era mãe de dois filhos gêmeos, que são autistas.

Ela trabalhava na parte administrativa de um supermercado e, segundo peritos da Polícia Civil, já estava com uniforme da empresa quando foi surpreendida pelas costas pelo assassino. Ela e Johnatan estariam separados há cerca de um mês.


Câmeras flagraram chegada do suspeito ao prédio

O delegado Alberto Roque Peres, de Venda Nova, destacou que teve acesso às câmeras de segurança do prédio onde aconteceu o crime.

Nas imagens, é possível ver a vítima colocando os filhos no transporte escolar. Nesse momento, o suspeito se esconde na garagem do prédio e depois vai para o terraço.

Ele espera o irmão e o pai da vítima saírem de dentro do apartamento, em seguida entra. Sara é morta a facadas. 

Com informações FOLHA VITÓRIA

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários